InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Po(l)esias nada Mudérnias

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Efigeny
Amigo
Amigo
avatar

Número de Mensagens : 62
Idade : 31
Localização : Betinópolis - Recinto do Cthulhu
Data de inscrição : 30/03/2008

MensagemAssunto: Po(l)esias nada Mudérnias   Ter 3 Jun - 14:44

Coisas adaptáveis e nada corriqueiras que escrevo.
Não sou nada boa com poesia bunitinha, logo rima não é a minha obrigação.
(Tem coisa que é aleatório e insano, cuidado!)

Velhinhas então.

Vamos ficar velhas juntas.
Velhinhas até que nossos ossos se entortem
Velhinhas até que nossos netinhos se percam
Velhinhas até que o INSS ache que somos

Vamos ficar velhas juntas
Relembrar os tempos de criança como quem brinca pela primeira vez
Com aqueles bloquinhos de madeira que construíam casinhas
Relembrar que somos velhinhas até então, mas crianças
Crianças nunca se perdem nas lembranças de uma velhinha em questão.
Seremos então

Velhinhas vamos ser então.
Escutar velharia e almoçar bem
de tardinha debaixo da varandinha
Vamos ser velhinhas então.
Seremos então.

Antes que digam que somos senis
Vamos ser velhas juntas
Antes que digam que estamos sendo erradas
Vamos ser velhinhas simpáticas
Fingirmos sermos tia uma da outra
E deixar que o mundo pense que somos bruxas.
Bruxas e erradas, mas acima de tudo velhinhas.

Vamos ficar velhinhas juntas?
Assoprar as mesmas velinhas do mesmo bolo todos os anos
Ajuntar as escovas e os chales na mesma casa com a varandinha?
Para sempre, não garanto, mas até velhinhas
Ficar velhinhas então.

Até que alguém perceba que não somos tão assim
E nem precisamos ser.
Velhinhas tem em todo lugar.
Eu queria estar com você até sermos velhinhas, então.
Seremos então.

====xxxx====
O meu (14:04 17/9/2007)
Se alguém me avisasse de antemão (e com certeza alguem o fez)
Eu teria largado minhas lágrimas no deserto
Esperaria para ter esse futuro incerto
Quando finalmente tivesse tua atenção

Tem jeito pra tudo, sem vontade pra nada
Ter coragem é o que mais me falta
Onde a dor começa é onde o amor acaba
Vira pó e varremos pra algum canto da sala

Se eu soubesse que seria assim
Assim como tudo nessa vida tem fim
O meu sequer começou
O seu sequer existiu
O meu não queria ser inocente
O seu queria estar ausente
E assim se foi, o trágico fim.

Se eu soubesse, não sonharia tanto
Não desperdiçaria noites em pranto
Não juraria cruzar meu coração novamente
Não teria medo de ter algo felizmente
Não teria tanto medo de sonhar
E essa tarefa se torna cada vez mais penosa
Quando eu sei que talvez vc possa adivinhar
Quando eu quero sonhar contigo, me sufoca

E vai ter aquele dia em que vou esquecer
Mesmo parte do meu coração não querendo esquecer
Parte do meu corpo ainda sofrendo por te querer
Meu português falhando por versar sem ver
E se eu soubesse de antemão (E com certeza alguém já me avisou)
Eu não sofreria tanto por uma simples razão

O meu sequer começou
O seu sequer existiu
O meu não queria ser inocente
O seu queria estar ausente
E assim se foi, o trágico fim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.delusionalwounded.co.nr
Julius Kraven
Amigo
Amigo
avatar

Número de Mensagens : 53
Idade : 25
Localização : Itabuna-Bahia
Data de inscrição : 05/05/2008

MensagemAssunto: Re: Po(l)esias nada Mudérnias   Qua 4 Jun - 14:48

Miss veiiiiiiinhaaaaaaaaaaa xD
Passarei a suspeitar de duplas de velhinhas morando sozinhas. xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Efigeny
Amigo
Amigo
avatar

Número de Mensagens : 62
Idade : 31
Localização : Betinópolis - Recinto do Cthulhu
Data de inscrição : 30/03/2008

MensagemAssunto: Re: Po(l)esias nada Mudérnias   Qua 18 Jun - 17:28

Podem ser só tiazonas que vivem juntas, seu pervertido!
se bem que eu já vi velhinhas muito suspeitas!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.delusionalwounded.co.nr
Trevinha
Enturmado
Enturmado
avatar

Número de Mensagens : 228
Idade : 29
Localização : São Paulo
Data de inscrição : 27/02/2008

MensagemAssunto: Re: Po(l)esias nada Mudérnias   Sab 21 Jun - 21:12

Ai deus vcs dois já começaram aqui é ¬¬

O que faço com esses dois u.u

Nhai eu conheço essas ai *_*

hehehe adorei adorei posta maisssssssss *endoida* lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.fotolog.com/bebe__chan
Efigeny
Amigo
Amigo
avatar

Número de Mensagens : 62
Idade : 31
Localização : Betinópolis - Recinto do Cthulhu
Data de inscrição : 30/03/2008

MensagemAssunto: Re: Po(l)esias nada Mudérnias   Qua 25 Jun - 15:24

22:22 10/6/2008
CUIDADOS.

Ambição não-digna de nota
Posso até chamar de Meu
Um coração que finalmente amoleceu
Na singela insistição

Enquanto Lua imagina que pode vigiar os apaixonados
Troco meu sono para te ver dormir
Ressonando boazinha como filhote do amor
(Ou impressão minha, nunca se sabe.)

Quem me dera ter sido a primeira
Senão a última, gostaria de ser logo
Aquela quem fantasias um futuro próspero
Sem feriados ou domingos, provavelmente nenhum pudor

Palavras belas foram gastas para falar do teu sorriso
Algumas notas muxoxas nas lágrimas de dor
Dores essas que não demorarão muito para sarar

Quem dera ter sido a primeira
Senão logo devo ser a última, gostaria
Se para ficar ao seu lado, que seja coberto de segredos
Mas enfim, prefiro que seja, segredos cuidados
====xxx===
19:51 15/6/2008
COMENSALISMO

felicidade comprada às custas dos outros
faz dano à saúde e e mói aos poucos
quantos degraus são para o topo atingir?
são os mesmos tantos para se cair

felicidade às custas dos outros
fere quem assiste, fere quem destrona
algum se fingem de felizes, outros de tonto
felicidade às custas dos outros
na biologia isso tem nome:
é comensalismo.
=====xxx====
Noooooooon costumo versar coisas de amorecos e tudo mais, mas nham... A primeira eu admito que fui forçada T-T acabo cedendo quando tem coisa demais para se escrever!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.delusionalwounded.co.nr
Efigeny
Amigo
Amigo
avatar

Número de Mensagens : 62
Idade : 31
Localização : Betinópolis - Recinto do Cthulhu
Data de inscrição : 30/03/2008

MensagemAssunto: Re: Po(l)esias nada Mudérnias   Seg 21 Jul - 9:17

17:13 30/6/2008
LEMBRANÇAS DEMAIS

Eu queria viver como um robozinho faz
Aperte dois butõezinhos de comando
E nem me lembraria mais

Eu procuro afastar o que posso cativar
Da minha parte é dificil de bem-zelar (desmazelar)
Eu não sei, eu não sei, nessa cabeça se aconfunde
Toda vez que vejo foto sua com saúde

O que mais me interessa, me dá medo
O que mais temo, eu fujo
Do que mais eu fujo é do que me desconhecido
Desconhecido esse que me fascina tanto

Vou fazer um favor então
Pararei de escrever sobre minhas milhas
Pararei de lamentar o que era em vão
Não porque você não mereça palavra minha
É porque já desisti de escrever faz um tempão

===xxx===
17:21 1/7/2008
NEUROSE AFETIVA SISTEMÁTICA

Nunca sei o que quero, nunca sei quando te quero
Deveria ser mais ordenado, deveria ser mais arrumado
Nunca sei quando você me quer, nunca sei quando você terá
Deveria ser menos perfeito, deveria ser menos segredo
(Só assim teria certeza que está tudo certo quando tudo dá errado.)

Viver a margem sempre foi meu limite
Nunca coloquei a cabeça para fora da bolha pra não pegar ar demais
Quando o fiz, água entrou pelo nariz
Encheu meus sonhos e de água o meu coração
Ele vive boiando a deriva esperando alguém terminar
Terminar de afundar com uma pedra amarrada nele
Ou talvez alguém salvá-lo de um possível afogamento

Neurose afetiva sistemática, isso eu sempre tive
Nunca sei quando te quero, nunca sei quando você me quer
Deveria ser mais errado do que certo, só que está ao contrário
Nunca sei se isso assusta ou se me dá esperança
(Sempre tive a certeza que está tudo certo quando tudo está errado.)

Nunca sei se você vai me aguentar por muito tempo
Não sei se daqui a alguns anos serei só pensamento
Nunca saberei o quanto signifiquei para você
Nunca saberei como é me sentir verdadeiramente bem
(Sempre tive a certeza que está tudo errado quando deveria estar certo.)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.delusionalwounded.co.nr
Yessi Sei
Amigo
Amigo
avatar

Número de Mensagens : 72
Idade : 27
Data de inscrição : 18/04/2008

MensagemAssunto: Re: Po(l)esias nada Mudérnias   Sex 15 Ago - 16:21

marota garota fodastica : tuas polesias nada(m) modérnias
sim
pois esse topico é um oceano d módernidadi pura

demais-pura-loucura
honrou bonito o hospicio

*orgulho da fundadora*

bjo nb bunda xeio d saudad
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ratuh
Novato
Novato
avatar

Número de Mensagens : 22
Data de inscrição : 07/06/2008

MensagemAssunto: Re: Po(l)esias nada Mudérnias   Ter 19 Ago - 15:45

Não tinha comentado mas sempre leio td q vc coloca aki ;]

Pode dizer que minha opinião não conta e td mais mas...gosto do jeito q vc escreve ^^

Dá pra entender um pouco mais o jeito q as coisas funfam na sua mente ;~
Vc consegue transmitir "a msg" q quer e axo isso incrivel ;P
Vc escrevendo é maravilinda (y)³

Razz

Adoro,amo,idolatro teu jeito d escrever e não reclama não!

Quem tem o dom merece ser elogiada amorzim meu ;~

Não demore a postar lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Po(l)esias nada Mudérnias   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Po(l)esias nada Mudérnias
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Nada é tão bom, que não possa ser melhorado ....
» A estes ninguém tira nada - FW: Ajuda a Perceber Algumas Coisas
» Arrábida/ Choco frito - 12 Maio
» Safira || Capítulo 4 ( PÉRICLES DÁ SURRA EM SAFIRA)
» Notícias da Saga

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Talentos :: Trabalhos-
Ir para: